5 melhores práticas para uma descrição de produtos efetiva

Você seria capaz de comprar algo sem saber exatamente o que é e para que serve? Provavelmente não, certo? Pois tampouco o seu público compraria. Por isso, em lojas virtuais, ter uma boa descrição de produtos é bastante importante.

Afinal, dessa forma, o cliente passa a entender melhor como sua oferta poderá ajudá-lo. Além disso, caso a descrição esteja alinhada com suas estratégias de marketing para e-commerce, essa prática contribui para que sua empresa tenha um posicionamento melhor nos resultados de buscas do Google.

Aspectos a serem levados em conta ao fazer a descrição de produtos

A descrição de todos os seus produtos deve ser feita de forma estratégica, levando em conta a conversão em vendas. Por isso, não basta redigir algumas poucas características do produto e ponto final. Lembre-se de que o entendimento do item é o que fará a pessoa colocá-lo ou não no carrinho.

Assim, na hora de fazer a descrição, dois pontos devem ser levados em conta:

Detalhamento do produto

Como acabamos de dizer, uma descrição vaga e sem detalhes não chama a atenção do cliente, pois se ela não tiver informações suficientes para tirar todas as suas dúvidas, ele dificilmente vai comprar.

Logo, uma descrição detalhada que aponte todas as especificações do produto pode deixar o cliente mais apto a querer comprá-lo, uma vez que ele entendeu para que serve o item e como este poderá ajudá-lo.

SEO

Porém, para que o cliente possa comprar o produto, primeiro ele precisa encontrá-lo, certo? Investir em anúncios no Google Adwords e no Google Shopping são imprescindíveis para um comércio eletrônico. Contudo, aparecer organicamente nos buscadores também é relevante.

Afinal, além de mostrar a autoridade que o produto tem ao aparecer entre os primeiros resultados, isso permite reduzir os custos de anúncios pagos dentro da sua estratégia de marketing. Por essa razão, atribuir práticas de SEO ao seu produto é fundamental.

SEO é a sigla de Search Engine Optimization, ou seja, é a otimização feita para sistemas de busca a fim de que as pessoas encontrem o seu site nos buscadores a partir da inserção de palavras-chave. Por exemplo: uma pessoa que procura por um tênis Nike tamanho 42 o encontra entre os primeiros resultados do Google após fazer uma pesquisa cuja palavra-chave é “tênis Nike tamanho 42”.

Dicas para fazer descrição de produtos

Bom, agora você deve estar curioso para saber como fazer a descrição dos seus produtos a fim de que ela chame a atenção do seu público e também de buscadores como o Google, para que eles apareçam nas primeiras posições via SEO, certo? Então, fique atento a estas 5 dicas que poderão fazer você chegar lá!

1. Use uma linguagem clara e que seu público entenda

O seu público precisa entender o que está comprando, por isso você deve falar a língua dele. Caso as pessoas que frequentam a sua loja virtual, por exemplo, desconheçam os termos técnicos dos seus produtos, você deve evitá-los ao fazer a descrição.

Afinal, seu cliente precisa entender o que você está dizendo para, então, comprar a sua oferta. Portanto, trate de conhecer bem o seu público — faixa etária, onde mora, o que gosta de fazer e de consumir, maneira de se comunicar etc. — para falar a mesma linguagem que ele.

2. Aponte os benefícios do seu produto

O que vou dizer agora pode ser meio chocante, mas é a verdade: seu público não está nem um pouco interessado em saber o quão maravilhoso é o seu produto ou o quão incrível é o seu negócio. Tudo que ele quer saber é como a sua solução vai resolver um problema que ele tem.

Assim, ao descrever um produto, não se restrinja somente a dizer do que se trata e o que ele faz, pois isso é um erro em e-commerce. Diga também o quão útil ele pode ser na vida da pessoa que o comprar.

Para isso, descreva se o produto é fácil de usar, cite situações em que o cliente poderá utilizá-lo, quais são as vantagens de comprar esse item especificamente, e assim por diante.

3. Faça uso de palavras-chave

Como dissemos, as palavras-chave são os termos que as pessoas inserem em buscadores como o Google para fazer uma pesquisa a respeito de algum assunto. Algumas dessas buscas são relacionadas a produtos, por isso a importância dos seus estarem ligados a palavras-chave.

Logo, o primeiro passo é identificar quais são as palavras ligadas aos seus produtos. Em seguida, realize pesquisas em ferramentas como Keyword Tool e Keyword Planner para descobrir quais palavras possuem um maior volume e uma maior relevância para a descrição do seu produto.

Essas palavras precisam ser inseridas em pontos estratégicos do texto para gerar um melhor ranqueamento, tais como: primeiro parágrafo, último parágrafo, subtítulos e títulos. E por falar nisso…

4. Crie bons títulos para os seus produtos

Algumas pessoas costumam ter dúvidas neste ponto, pois, afinal, o que torna um título bom ou não? No caso de e-commerce, os melhores títulos são aqueles que dizem de forma simples e clara o que é o produto e para que serve.

Por exemplo: uma loja que vende uma panela pipoqueira poderá atrair mais a atenção do público ao criar um título que diga “Panela para fazer pipoca” ao invés de “Panela modelo XYZ-123 em promoção”.

Menos é mais. Por isso, quanto mais simples e direto for o título, melhor será a sua oferta dentro da sua estratégia de venda. Lembre-se também de atribuí-lo a URL do produto, tal como www.seunegocio.com.br/panela-para-fazer-pipoca.

5. Use fotos e vídeos

Por mais que a descrição esteja bem-feita, as pessoas não compram produtos com base na imaginação, mas sim na visão. Assim, trate também de incluir fotos e vídeos na descrição deles.

Diversas boas fotos do item transmitem ao cliente a ideia do que ele poderá obter ao fazer a compra. Vídeos são ótimos para tutoriais, na medida em que o consumidor pode ver como o produto pode ser usado e os benefícios práticos que ele traz.

Então, seguindo essas dicas, você poderá melhorar a descrição de produtos da sua loja de modo a atrair um número maior de pessoas com interesse de compra. Você já adotou algumas dessas práticas na gestão do seu e-commerce?

Ficou com alguma dúvida?  Converse agora mesmo com um de nossos especialistas em soluções digitais: comercial@awake.digital

 

 

Fonte: hub2b